sexta-feira, 17 de abril de 2009

Já?

Você já se cansou alguma vez? Mas se cansou de verdade mesmo? Cansou mesmo após ter dormido as oito horas recomendadas pelos médicos? Cansou sem ter feito nada? Cansou a ponto de estar andando, parar, sentar e ficar observando até onde seus olhos conseguem alcançar? Já se sentiu com os joelhos falhando, semblante pesado, sensação de impotência? Já desacreditou no amor e em como as pessoas diariamente conseguem não te surpreender? Já sentiu a dor pontiaguda da existência injustificada? Já encarou seu ego e viu o quanto você é perverso, pecador, orgulhoso, insensível e mentiroso?

Já saiu de casa sem destino e voltou mais perdido ainda? Já acessou seu e-mail no anseio de ter lá “1 mensagem nova” capaz de te trazer uma notícia realmente boa? Já pegou seu celular, rolou a lista de contatos e percebeu tratarem-se apenas de contatos mesmo? Já engoliu o gosto amargo da solitude e teve, logo após, uma diarréia cerebral? Já ouviu alguém sem lhe dar ouvidos? Já teve o desejo de encurtar distâncias, inculcar sonhos e urgências nas mentes das pessoas? Já teve o leve sentimento de viver no modo automático? Já pensou estar vivendo numa ilusão, uma espécie de matrix ao vivo? Já concluiu que o tempo está passando e você só endurece a cada dia? Já lhe ocorreu que tudo isso tem solução? Já?

Abba, desça logo pra resolver esse balaio de gato.

Lucena Filho

13 comentários:

Ilma Cândido disse...

Ops! Já, já, já... vários "já's". E constatei que tudo é uma questão de ponto de vista. E já viu que ele na maioria das vezes nos laça e nos imobiliza?

Jéssica Ethne disse...

Poxaaa... tenho q confessar que tive uma sensação muito estranha quando li o "Já?", dificil de explicar, mas que ja tinha me encomodado antes (e bem recente!)
Foi como um "choque de realidade"!
Vc se superou! E me surpreendeu!

Jéssica Ethne disse...

Perdão, "incomodado".

Kssvv disse...

Você conseguiu extrair e expor muitos dos "cansaços" que todos nós, mortais, temos. Eles são inevitáveis. Como atualmente estou passando por isso, houve uma identidade imediata com esse post.
Com a ajuda de Abba, fica muito mais fácil ultrapassar essa tempestade de "cansaços". Quando isso acontece, o corpo volta revigorado e a alma fortalecida.
Deixo registrado um poema de Fernando Pessoa:
"Um cansaço feliz, uma tristeza informe
O meu espírito intranquilamente dorme.
Combati, fui o gládio e o braço e a intenção
E dói-me a alma na alma e no gládio e na mão...
Meu gládio está caído aos meus pés... um torpor
Impregna de cansaço a minha própria dor..."

Aldri disse...

Já!!!! E por ter certeza que não tem relação alguma com as síndromes do cansaço profundo, concordo plenamente com a solução apontada. Bjos. Ótimo post!

disse...

Já.
Mas nunca tinha visto um texto tão bonito e colocasse tudo que eu queria dizer.
Lindo mesmo!
:*



p.s.: comentário anterior escrito e apagado por mim! ;)

LUCENA FILHO disse...

Muito grato, meus raros
Voltem sempre. Vocês são a razão deste espaço!

Raquel El-Bachá disse...

Você disse nesse texto muito do que estou sentindo nesse exato momento.
Beijos.

Anônimo disse...

Pegando uma ponte na sua postagem, digo que ela foi capaz de me trazer uma notícia realmente boa... pude notar que você está amadurecendo, no bom sentido da palavra.

Antes você era um mocinho lindo, agora nota-se que, está se tornando um homem lindo, não somente por fora, mas principalmente no que se refere a sentimentos, conceitos e valores.

Fico muito feliz, muito embora não faça mais parte do seu mundo, continuo sempre torcendo por você, ainda que não pareça. De longe almejo seu sucesso.

Pelo visto você está finalmente pronto!! Parabéns agora és um gato lindo em todos os sentidos, não somente no close-up!

Abraços afetuosos!!!

Anônimo disse...

Já teve o desejo de encurtar distâncias, inculcar sonhos e urgências nas mentes das pessoas?

Sim, eu tive! Por diversas vezes, e acabo de encurtar de certa forma esses desejos agora.

Já concluiu que o tempo está passando e você só endurece a cada dia?

Sim, mas nada como o tempo para curar todas as coisas.

Acabei de fazer a minha boa ação do dia... escrever pra você!

I´m so Happy! :)

Surfista disse...

Quase toda hora. Não dá para ficar acomodado, esperando a maré te levar.

Eleandro disse...

Praticamente uma poesia esse texto. Diria uma prosa poética.

Quem não fica de saco cheio de vez enquanto e clica 1 milhão de vezes no email para ver se chegou algo novo? Tenho desses e outros momentos como esses também. :D

Fe disse...

Jà...agora mesmo, ja percebi que sou mais dura a cada dia. Mais cinica tambem.