sexta-feira, 10 de abril de 2009

Tião

Meus raros, o destino tem me reservado amigos próximos e muito diferentes. Já é do conhecimento de todos a existência da romântica Carol, que passou rapidamente pela cidade do sol na quarta-feira e me deu o prazer de desfrutar de sua afável companhia num almoço delicioso; o reflexivo e pirangueiro Tibério com seus flashes de rage against the machine; Domiciano e a revolução televisionada (está fazendo morando numa pensão em 'Récifi', fazendo supletivo e trabalhando numa padaria) e hoje vocês hão de conhecer Tião.

Tião convive comigo ao menos duas vezes por semana e me faz dar boas risadas. Nasceu no Município de Serrinha/RN, o qual dista aproximadamente 60 km da capital, e lá ficou até os trinta anos. Sempre foi homem da roça, de mãos calejadas e trabalho árduo. Estudou até o quarto ano do ensino fundamental e o lugar mais próximo da civilização onde esteve foi na cidade de Parnamirim/RN, região Metropolitana de Natal/RN. Um de seus momentos marcantes foi conhecer o mar, mais especificamente a Praia de Pipa, onde resistiu entrar na água alegando que o dôtor do gfs (PSF) tinha mandado ele evitar coisa sargada pro módi da pressão enterial.

Então, o nosso amigo depois de muito tempo conseguiu um emprego de zelador de uma repartição pública na cidade onde trabalho e sempre que possível desenrolo uma prosa com ele. Tião tem como grande característica querer falar palavras bonitas sem saber. O único problema é que na hora de falar ele esquece como se pronuncia ao certo e num tom de seriedade diz a primeira construção silábica que lhe vem à memória.

Ah! Quase esquecia de mencionar o tendão de Aquiles deste senhor: as mulheres. O pobre coitado tem 6 filhos de 3 esposas, mas já garantiu a ordem de mandar “cortar a tripa da mulher pra ela não ficar mais carregada" (fazer ligação para não ficar mais grávida). Essa semana, ao chegar no trabalho, encontrei a figura:

L: Bom dia, Tião! Já tomou café?

T: Nada. Tou com um rombo no estombo (estômago). Eu vi um pão impebrau (integral) curuvita (Pão Plus Vita) ali, mas não gosto.

L: Oxe, rapaz. Esse pão é muito saudável, muito recomendado pelos médicos e nutricionistas.

T: Rim (ruim) demais. Tem gosto de crete (crepe), um negóço que Aninha trússi aí ôto dia. Prefiro uma galinha agabidela (cabidela) com cuzcuz e malagrete (vinagrete)

L: Olha, trouxe esses doces pros teus meninos. Do que eles gostam?

T: Sorvete Sandro (Sundae), chacolate (chocolate) e crenogema (Cremogema)

L: Certo. E desde quando Cremogema é doce?

T: Só num é sargado.

L: Aquela executada passou aqui pra assinar o mandado judicial?

T: Passô sim. Ei, ela é muito intrimitida (intrometida), viu!? Chegou aqui, tomou confiança (ciência) no processo, dizendo que tava no carro da Auxiliadora (seguradora) e não ia esperar. Saiu do flóro (Fórum) na maior carrêra.

L: E deixou algum número de telefone?

T: Deixô esse aqui. Disse que era pra você entrar em contrato (contato).

LUCENA FILHO

“Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz” (Teatro Mágico - Música Zazulejo)

9 comentários:

Kssvv disse...

Demonstra que não é preciso "grandes coisas" para dar sentido à vida. A alegria de viver é simples, depende do enfoque e da importância que damos à ela. Veja o Tião. Uma pessoa simples, não letrada, não tá nem aí se fala errado ou o que as pessoas pensam dele, mas possui uma enorme alegria de viver e consegue, como poucos,fazer os outros sorrirem e ver o lado bom da vida.
É isso aí, Betinho. Vc é um autor que narra bem um cotidiano, criativo e, o mais importante, sensível à realidade das pessoas mais humildes, mas não menos sábias e felizes.

Barbara Góes disse...

Isso só prova que a sabedoria nem sempre está nos livros e nem em faculdades. Tb adoro conversar com pessoas como ele, que mostram que a vida pode ser bem melhor!

bjao

disse...

Frase do Teatro sensacional!
Parabéns!

Aldri disse...

Simplicidade é tudo!
Tem muita gente precisando ler e refletir sobre coisas dessa natureza. Parabéns Betinho pelo post.

disse...

Pois siiimmm! As descargas estão no pário! hahahaahaha
Você faz o teste antes? hahahahaha

Nadja disse...

Oq esta criatura está fazendo como porteiro??? Com toda esta sabedoria deveria está no lugar do juiz!

Suy disse...

Oi HUmberto, tô passando por aqui nessa madruga de insônia estreando meus comentários nesse blog e j[a dei algumas risadas com o Seu Tião, rsrs. Bjks, Suy!!!

LUCENA FILHO disse...

Suyene, que surpresa! Não sabia que vc conhecia o blog...volte sempre, viu! Bjos

jonatassouza disse...

Eis um tremendo paradoxo: a cultura que nos deveria proporcionar mais felicidade e sabedoria, muitas vezes só nos traz infelicidade e fadiga... pessoas iletradas nos mostram que a alegria e essa tal felicidade que nos procuramos diariamente independem do que se é ou se tem.

A felicidade está nas coisas simples da vida.

Belo texto Beto!!! Mente brilhante a sua, parabéns!