segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Sei não...

Dia desses tava trocando umas idéias com CP e definitivamente vi como homens e mulheres têm chips diferentes. A impressão que tenho é que a programação é diferente. O assunto era basicamente amor, paixão e sentimentalidades. Eu, nos últimos 23 anos, tenho sido pragmático e desastroso para essas coisas. Sou muito melhor pensando em assuntos menos cansativos e desafiadores, mas as mulheres não. Ah, as mulheres (suspiro).... Elas são capazes de escrever uma Barsa só sobre a incapacidade humana de se relacionar de forma decente e eu acho isso o fantástico.

Particularmente, e não poderia ser de outra maneira, e poucas palavras não creio em sobrenaturalidades quando o assunto é amor. Fico com a frase de teatro mágico que diz os “dispostos se atraem e os opostos se distraem”.

Da discussão surgiu a pérola dessa figura trintenária e que admiro com ênfase. Com vocês, PORTO, Carolina. Espero a opinião dos meus ainda pouco leitores.

LUCENA FILHO, H. L. de.

Sei não...

Esses dias fiquei me questionando porque coisas ruins acontecem com pessoas boas... porque acabamos amando gente que não merece nem sequer uma olhada, ademais a dedicação de um coração sincero...

E mais, vejo tantos que começam e terminam relacionamentos com a facilidade de quem esfrega os olhos quando atravessa a fumaça; enquanto outros, meu Deus, para começar ao menos uma paquera, precisam da mesma habilidade e destreza de Hércules quando desempenhou suas 12 tarefas... Ah! sem falar numa sorte tão grande, mas tão grande, que pode ser comparada a de quem encontra uma orquídea azul!

Bom, não sou expert em relacionamentos, longe disso, e menos ainda adepta do laboratório sentimental que muitos estão habituados ou habituando-se a fazer, enquanto procuram um novo amor; mas, penso que o amor, aquele verdadeiro, escolhe as pessoas e não o contrário.

Hoje, penso que alguns vivem paixões – no sentido carnal da palavra -, outros vivem relacionamentos intensos que até são duradouros e podem virar casamentos, porém, poucos, contados, vivem aquilo que pode se chamar de AMOR.

Nesse meio tempo, alguns – querendo ser sorteados – ficam usando um milhão de estratégias para atrair o desejado cupido; esse, de longe verifica sua lista de alvos e passa longe daquele que não está contido nos seus escritos.

Já vi gente fuçando orkut para aprender o máximo do escolhido pretendente, a fim de na primeira oportunidade compartilhar “sinceramente” dos mesmos gostos, livros, filmes, comidas e esportes que o referido objeto do desejo. Já vi também pessoas que se disfarçam – peruca e tudo – para efetuar uma diligência e descobrir quais os lugares que têm de freqüentar e conhecer para ter uma chance. Já vi tanta movimentação esquisita que até Deus duvida... ou, pelo menos, fica abasbacado com a criatividade.

Afinal, onde e como convencer esse maldito cupido de desviar uma flechinha na direção daqueles que carecem de uma oportunidade ? Sei não... sei não...

Como a saída ainda não foi encontrada, começa o desespero; dia de festa, ida ao shopping, a um aniversário ou qualquer outro evento, social ou não, e pegue produção! Aff... é muito gasto... e pode ser homem ou mulher, viu? Porque não venha me dizer que só as mulheres se embelezam para sair que isso é a mais pura mentira; e isso tudo, na esperança de, um dia, estar bem no meio do caminho quando a flechinha for passando...

Bom, mas, infelizmente, tenho percebido que nada disso adianta muito. E o pior, quanto mais se faz esforço a coisa vai piorando, parece que o maldito ser mitológico fica com raiva daqueles que possuem olhar pidão!

E então, o que fazer? Sei não... mas, parece que nada. Aliás, precisa salientar que esse nada tem que ser de coração, de verdade mesmo... se for um nada tentando driblar o soldadinho do amor, piora tudo! Tem que esquecer do assunto, ficar de bobeira, não pensar mesmo, nem ligar – sem fingimento- só aí, pode ser que – se seu nome estiver na lista – você seja contemplado.

E mais, tem que ser contemplado e perceber que está sendo, viu? Sim, porque tem umas figurinhas aí, que já estão mais furados que peneira de tanto levar pinicada e não sentem nada... pensam que foi um mosquito que o atingiu e inventam mil desculpas para não agarrar o tal do amor.

Agora, vejam bem que coisa injusta, enquanto uns morrem de estar atentos e pulular tentando chamar a atenção do tal anjinho, outros esnobam dele e simplesmente desprezam seu serviço. Sei não, acho isso errado!

Acho mesmo é que devia ter fila de inscrição. Explico. Aqueles que estivessem interessados no quesito amor, deveriam escrever – via orações ou algo do gênero – para o destinatário responsável, a fim de terem sua solicitação atendida. Aqueles que não se importassem muito com isso, e quisessem outros elementos de vida, pegariam outra fila e pronto! Estaria resolvido o assunto e ninguém se sentiria desprestigiado ou desatendido; como também não veríamos pessoas que tem o amor aos seus pés, o desprezarem com a mesma facilidade de quem joga fora a caixinha de cotonetes que acabou.

Sei não... será que esse cupidinho poderia rever essa metodologia de escolha?

Com o intuito de ajudar, solicito que aqueles que puderem dizer o endereço de tal servidor dos céus me comuniquem, acho que irei propor a ele uma oficina de reciclagem.

PORTO, Carolina.

6 comentários:

Juliana disse...

Realmente, quando menos esperamos
o tal cupido nos acerta ! rsrs

Aline Silveira disse...

Carolina Porto ao falar de relacionamentos teve o dom de falar sobre alguém que ela não conhece,mas que “realmente existe “ e seu pseudônimo é Leonardo Matarazzo. Ou talvez qualquer pessoa que não tenha um bom desenrolar sentimental tenha um pouco dela !

Mas esse cara mereceu destaque por ter sido capaz de fazer tudo e mais um pouco das coisas citadas por Carolina em seu texto pra impressionar, chamar a atenção da pessoa amada e até afastar pessoas que lhe apresentassem alguma ameaça . Hoje ele diz,meio sem convencer que está cuidando do jardim e que desistiu da espera do grande amor , desistiu não , alto lá , mas que não tem pressa, embora deixe transparecer sua aflição na espera das borboletas.

Diz ele que suas pretensões reais são no momento só o profissional , mas vez ou outra , quando o assunto vem á tona ele deixa sem querer que transpareça sua insatisfação amorosa , pois, jamais quer mostrar que esse assunto mexe com ele. Afinal de contas um cara gente boa como ele, inteligente e de tantas amizades poderia está triste com algo que nem existe? Ele não acredita em amor ou diz isso por não ter vivido um amor intenso, mesmo nunca passando muito tempo sozinho. Mas não esconde que não sabe o que é amar, diz ele que enjoa rápido e que quando cedem muito aos seus caprichos ele desiste! Gosta de duelo de titãs, gosta de quem o contraria, acho que por isso tem um “ amor “ o qual ele sempre fala , que até hoje foi o único “ amor ” que bateu de frente com ele, mas uma pena, não quer compromisso sério! Mas das conversas que tive com Leonardo uma que me chamou atenção foi uma que resumirei aqui : Um dia ele estava muito triste e resolveu ir a missa e coinscidententemente o padre pregou pra ele !

Como Leonardo é um bom rapaz e conhece muita gente , ele vivia se questionando porque aquele amigo dele que não era tão “ do bem “ tinha recebido a graça que ele tanto esperava e ele ainda não.

E na missa ele disse, que o padre pregou dizendo assim : Será meu irmão que você está sabendo pedir ?!

Será que só se queixar e achar que Deus está sendo injusto com você é a melhor forma de pedir ?! Será que se comparar muitas vezes se vangloriando e até mesmo menosprezando seu irmão é a melhor forma de receber sua bênção ?! E ele disse que se sentiu tocado àquela hora.

E o padre completou dizendo aquele seu amigo que você não achava que era merecedor da graça recebida soube pedir, soube se humilhar,soube reconhecer seus erros e Deus o atendeu ( o deu a pessoa certa , na hora certa ) .

Quanto à você pense bem ! E disse em alto e bom tom Deus não erra e sua hora vai chegar desde que você saiba pedir e seja merecedor !

"... porque todo aquele que se exalta será humilhado, e todo aquele que se humilha será exaltado." (Lucas, 18:9-14)

Então pra complementar será que sabendo pedir direitinho Deus num manda o cupido acertar a flecha ?! Ele agora ta sabendo conversar com Deus , ta mais crente no amor e certo que sua hora vai chegar ...E assim que der tudo certo na vida dele ele me conta e eu te conto !!! kkkkkkkkkk Acreditando ele está , e disse que sua bênção chegará breve ...


Ótimo 2009 !!!

Jéssica Ethne disse...

Carolina imagino nosso querido amigo Lucena Filho, falando de relacionamentos... rsrsrs
Talvez tudo só durasse 90 dias... kkkkkk
Mas a pessoa certa escreveu... fico impressionada como todas (mulheres) temos em comum... ao menos no quesito relacionamentos, é tudo muito igual... Quanto ao cupido, rsrsrs... ah cupidooo!!!
Mas só digo uma coisa... se jogar na frente da flexa não é a melhor coisa a se fazer!!! É perigosoooo!!! rsrsrs

Ilma Cândido disse...

Quá... devo confessar que também não sou a pessoa mais indicada pra nem mesmo comentar a respeito do assunto. Ainda assim... Eu acho que o cupido está se aposentando e não pretende continuar trabalhando duro não... e os seus feitos vão ficar pra ser contados por aí pelos poucos contemplados... ou então resolveu trabalhar às avessas, pregando um monte de peças, e quem quiser colher os frutos que trabalhe também. Vai entender... "Sei não..."

Feliz Novo Ano!

LUCENA FILHO, H. L. de. disse...

Ilma, como não sou muito competente no assunto, deixei a batata pra CP..rss

Obrigado a todos pela visita

fashion jewelry disse...

Very good!